Notícias

Interna

DEFENSORIA DISCUTE AVANÇOS DO RETORNO GRADUAL DAS ATIVIDADES

“Não houve Instituição que se manteve mais próxima ao cidadão do que a nossa.” Assim, o Subdefensor Cível e Criminal do Interior Clodoaldo Battista remeteu à atuação da Defensoria Pública de Pernambuco durante o atual período pandêmico. Nesta manhã (07), em mais uma Roda de Conversas, o Centro de Estudos Institucionais da DPPE (CEPI) promoveu o debate acerca do retorno gradual das atividades nas cidades interioranas do Estado. “Empenhamos todo o suporte para expandirmos a nossa capilaridade à população hipossuficiente,” destacou o Defensor Público-Geral José Fabrício Silva de Lima. 

Mediante a possibilidade de seguir à risca o protocolo recomendado, serão avaliadas  estrutura e equipe dos Municípios para a realização do atendimento presencial. A priori, a maior parte das demandas está sendo atendida digitalmente. Contudo, as unidades do interior se mantém abertos em virtude de situações particulares, nas quais os assistidos não possuem acesso à tecnologia. “O Defensor continua presente, mantendo a idéia da proporcionalidade da questão do trabalho,” afirma o DPG. No caso das sedes integradas às instalações do Poder Judiciário, irá depender da sinalização de tal Ente. 

Ao longo dos municípios, houve, também, o investimento na infraestrutura das sedes. Foram adquiridos máscaras, termômetros, placas de proteção e álcool, em busca de zelar a integridade dos profissionais. 

Galeria de Fotos