Notícias

Interna

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO RETORNA GRADATIVAMENTE AOS JÚRIS PRESENCIAIS

 

Devido à pandemia do novo coronavírus, todo o cuidado está sendo mantido pela Defensoria Pública de Pernambuco para a volta das atividades presenciais, que até o momento estão sendo realizadas virtualmente.

 

“Mesmo o trabalho da Defensoria  sendo realizado de forma remota, nos voluntariamos para participar de maneira presencial nos julgamentos, para que haja uma resposta  judicial mais breve e justa. A atuação da Defensoria no júri, além do aspecto jurídico a ser trabalhado, traz a importância da humanização para a pessoa que está sendo acusada de algum crime. Por isso, a necessidade dele ser feito presencialmente. Também é de grande preocupação da Instituição que se evite prisões provisórias.  Então, a realização de júris traz a paz social na medida em que os processos são julgados mais rápidos, porque a celeridade processual é uma das vertentes da Defensoria Pública”, explica o Subdefensor Criminal da Capital, Rafael Bento.

 

De acordo com o planejamento da DPPE, a previsão do plano de retomada para a atuação em sessões de julgamento presenciais do tribunal do júri é a partir da próxima semana. Essa retomada se dará com a participação dos Defensores Públicos Rafael Bento, Natália Lupo e José Wilker Neves, que se voluntariaram para atuação nos  júris já designados para o mês de agosto no Recife.

Galeria de Fotos