Notícias

Interna

DEFENSORIA REALIZA PRIMEIRA SESSÃO DE CONCILIAÇÃO SEMIPRESENCIAL

A adaptação se tornou o termo mais adequado para definir o atual momento da Defensoria Pública de Pernambuco (DPPE). Desde o estabelecimento das medidas de isolamento, a Instituição tem oferecido suporte técnico quanto à realização de audiências virtuais e semipresenciais.

Assim, na última segunda-feira (03/08), foi efetuada, pela Coordenadora do Núcleo de Mediação e Conciliação da DPPE Lúcia Autran, uma sessão de mediação para o Reconhecimento e Dissolução da União Estável com Alimentos.  Contudo, reconhecida e dissolvida referente a um matrimônio de trinta anos, a ex-companheira garantiu o direito à pensão alimentícia mensal. “É importante estarmos nos prevenindo do contagio da Covid-19 de maneira efetiva. Tudo ocorreu como o planejado, e ambas as partes envolvidas obtiveram êxito. Continuamos com a prestação dos serviços aos nossos assistidos, cidadãos pernambucanos,” frisa a Defensora.

 Iniciada através de plataformas digitais, a audiência precisou ser retomada semi presencialmente - preconizando todas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades Estadual e Municipal em saúde.  “O atendimento remoto foi, mais uma vez, a demonstração da nossa capacidade de reinvenção. Acredito que iremos conviver com o vírus por longos tempos, não estamos livres de uma possível contaminação. Portanto, visamos resguardar e prevenir tanto aos assistidos quanto a nós servidores,” ressalta a servidora do Núcleo de Conciliação Ana Thaysa.

Galeria de Fotos