Notícias

Interna

REUNIÃO NA DEFENSORIA PÚBLICA APROXIMA NUHAM E ITERPE

A Defensoria Pública de Pernambuco (DPPE), promoveu nesta quarta-feira (05.02), reunião com o Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (ITERPE) com o objetivo de aproximar as atividades dos dois órgãos em benefício do cidadão pernambucano.  O ITERPE, que atua no fortalecimento da política agrária de Pernambuco, fechou parceria técnica para atuação junto ao Núcleo de Habitação e Moradia da Defensoria Pública de Pernambuco (NUHAM).

De acordo com o Defensor Público Geral, José Fabrício, a reunião de hoje tem como objetivo estreitar relações "no sentido de oferecer uma orientação jurídica, uma defesa processual mais efetiva para quem se encontra passando por problemas de irregularidade fundiárias ou processuais na área rural do nosso Estado."

A parceria deve render mais agilidade no plano de ação de ambas instituições, como defende o chefe do NUHAM, o defensor Fernando Nunes Debli: "A equipe do ITERPE eles pode colaborar bastante com a gente, do ponto de vista de ir até o local, ter conhecimento de causa, conversar com os moradores, conhecendo mais a situação dos imóveis rurais, coisa que a gente aqui do NUHAM tem uma certa limitação por trabalharmos mais com imóveis urbanos."

O presidente do ITERPE, Altair Correia, acredita que essa parceria pode vir a facilitar e muito a vida do cidadão pernambucano e argumenta que "a Defensoria tem um padrão muito importante em atuar para as pessoas que são mais vulneráveis e no caso de conflitos agrários, atuar em prol dessas famílias de agricultores que não tem condições sequer de contratar assessoria jurídica e estão ocupando imóveis com o intuito de suprir sua subsistência, de sobreviver da agricultura e poder proporcionar condições mínimas para suas famílias é de suma importância para a nossa missão.", reforçou.

A confiança no que ficou acertado após encontro é o que norteia o pensamento do defensor, Rafael Alcoforado, que acredita no estreitamento das relações e nas vantagens que a parceria deve vir a contribuir para o trabalho realizado pelo NUHAM: "Nessa parceria eles passam pra gente o conhecimento da área em que o instituto atua, como também a gente pode passar pra eles uma atuação jurídica mais efetiva." Rafael Alcoforado ainda reforça que com o auxílio mútuo providenciado quem ganha é a população rural de Pernambuco.

Texto - Artur Oscar

Fotografia - Paparazzi 

Galeria de Fotos