Notícias

Interna

DEFENSORIA REALIZA FORÇA-TAREFA NO COMPLEXO PRISIONAL DO CURADO

 A Defensoria Pública de Pernambuco, por meio da Subdefensoria Criminal da Capital, atuou na força-tarefa no Complexo Prisional do Curado, de 15 a 17 deste mês. A ação foi realizada em parceria com a Secretaria de Ressocialização do Estado, órgão vinculado a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.  Mais de 2.500 processos de presos provisórios foram avaliados pelos Defensores Públicos, com a colaboração de assessores jurídicos da SERES. Resultando 178 pleitos dos quais 95 habeas corpus, além de identificadas diversas outras demandas administrativas.

 

Da Defensoria Pública, participaram os Defensores Públicos Rafael Bento (Subdefensor Criminal da Capital), Rafael Alcoforado (Subdefensor das Causas Coletivas), Etiene Vieira, Eloisa Helena Serqueira, Joana Malheiros, Marília Tenório, Nathalia Lupo, Stephanie Fontenele, Michel Nakamura, Rodrigo Furtado, Roberta Pitanga, Mayara Pereira, Marcia Cordeiro, Tereza Cristina, servidores e estagiários.   

 

Segundo o Subdefensor Criminal da Capital, Rafael Bento, durante a força-tarefa foram feitas uma análise e monitoramento das prisões provisórias, atuando com as medidas necessárias à obtenção da liberdade. “Tais medidas serão acompanhadas e servirá para fortalecer a atuação da Defensoria Pública nas unidades prisionais do Estado”, enfatizou.

 

Redação: Fátima Freire 

Imagens: @jhpaparazzo 

Assessoria de Comunicação

 

 

 

 

 

Galeria de Fotos