Notícias

Interna

DEFENSORIA NO LANÇAMENTO DO PROGRAMA 13º DO BOLSA FAMÍLIA DE PERNAMBUCO

Nesta quinta-feira (04/04), o Defensor Público-Geral do Estado, José Fabrício Silva de Lima, participou do lançamento do programa de transferência de renda denominado de 13º do Bolsa Família de Pernambuco, que pagará uma parcela adicional do benefício no limite de R$ 150,00.  Hoje, cerca de 1,1 milhão de famílias são atendidas no Estado. A cerimônia, realizada no Centro de Convenções, em Olinda, contou com as presenças de representantes dos poderes Executivo, Legislativo do Estado e dos municípios, da sociedade civil e do Subdefensor Geral Henrique Seixas.

 

Para o governador Paulo Câmara, este é, certamente, o maior programa de transferência de renda do País executado em nível estadual. “É também, com certeza, o maior programa social da história de Pernambuco”, ressaltou, acrescentando que isso é possível graças a um período continuado de acertos da gestão pública estadual e devido à contribuição e ao compromisso de todos os que fazem o Governo do Estado.

  

Benefício – Para ter direito à décima-terceira parcela do Bolsa Família, os beneficiários deverão solicitar a inclusão do CPF na nota fiscal de compras de itens alimentícios, vestuário, material de limpeza – a chamada Nota Fiscal Solidária. O cálculo prevê que o valor do benefício corresponderá a 5% do montante gasto pela família em itens como arroz, feijão, açúcar, carne, ovos, xampu e botijão de gás. Para ganhar o valor integral (R$ 150) ao final de um ano, o cidadão precisará gastar uma média de R$ 250 por mês nesses produtos. Para quem recebe R$ 150 ou mais, o valor-limite já está garantido.

 

  

Redação: Fátima Freire 

Imagens: @jhpaparazzo 

Assessoria de Comunicação

 

 

 

Galeria de Fotos