Notícias

Interna

Solenidade de transmissão do cargo de Defensor Público-Geral reúne grande público

Na manhã desta sexta-feira (06/04), ocorreu a solenidade de transmissão do cargo de Defensor Público-Geral (DPG), de Manoel Jerônimo de Melo Neto, para o Subdefensor José Fabrício Silva de Lima. O evento reuniu Defensores Públicos, representantes do sistema de justiça do Estado, OAB/PE, Ministério Público, servidores e estagiários da Defensoria Pública do Estado e sociedade civil. A solenidade foi realizada no Auditório Defensor Thiago César Abrantes Olímpio, na Sede da Instituição.

 Durante solenidade, o Defensor Público Manoel Jerônimo de Melo Neto, emocionado, fez uma retrospectiva durante o seu mandato por três anos e 10 meses. Falou do orgulho em poder transmitir o cargo para José Fabrício de Silva e Lima. “Um colega abnegado e responsável, que sempre esteve ao meu lado desde inicio, compartilhando momentos difíceis e a luta pelos avanços da Instituição. Tenho certeza que ele cumprirá o mandato com bastante êxito”, frisou. Ao final do discurso, Manoel Jerônimo agradeceu a todos que fazem a Defensoria Pública, aos órgãos, entidades do Estado pelo apoio durante a sua administração. “Jamais esquecerei o carinho e atenção durante minha atuação. Gratidão é a palavra que tenho para definir este momento”.

 O Defensor Público-Geral do Estado, José Fabrício Silva de Lima, por sua vez, cumprimentou a todos os presentes. Agradeceu o apoio de todas as instituições parceiras e destacou a nova missão no cargo de DPG. “Aprendemos muito com Manoel Jerônimo e temos compromisso, o dever de continuar, enquanto gestor, o que vem reverberando em bons frutos para o bem do povo pernambucano. A Defensoria Pública tem uma importante missão de levar a cidadania, dignidade e de levar novas esperanças a nossa população tão atingida pela exclusão social”, frisou.

 O DPG ressaltou ainda do inicio de um novo ciclo. “Quando falamos de início, precisamos ressaltar valores. Manoel plantou aqui sementes que ficaram na história da Instituição. Ele é exemplo de dedicação, comprometimento, trabalho, e, acima de tudo, obstinação. Em nenhum momento recuou, quando se fez necessário. Encarou desafios e os fez com muita garra e determinação. Isto tudo em nome da nossa Defensoria Pública. Ganhou com isso a população assistida, que necessita de uma Instituição forte para que os seus direitos possam ser preservados. Então Manoel Jerônimo, em nome desse povo carente que não tem o direito de escolher a quem defendê-lo, em nome de todos que fazem a Instituição, lanço aqui o meu muito obrigado”, enfatizou.

 Reconhecimento: Os convidados a compor a mesa de honra destacaram a atuação do Defensor Público Manoel Jerônimo de Melo Neto durante o cargo de DPG. Confira

 “Quero destacar a importância de Manoel Jerônimo à frente da Defensoria Pública. Ele conseguiu deixar a sua marca que ficará nos anais da Instituição. Atuou com grandiosidade durante seu mandato, enaltecendo a Defensoria Pública em todas as esferas. Mas, sobretudo, quero destacar suas virtudes: a humildade e a simplicidade, características próprias que ele deixa transparecer, o que permitiu transitar em todos os campos da administração pública, OAB, Ministério Público, nos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário”. Clênio Valença, Promotor de Justiça, MPPE.

 A gestão de Manoel Jerônimo foi, sem sombra de dúvida, exemplar”. A sua aproximação com os órgãos públicos foi essencial para a Defensoria Pública. Hoje com a transmissão do cargo para José Fabrício representa a grande continuação do trabalho que vem dando certo. Recebam todo apoio da OAB e advocacia pernambucana. Saibam que essa parceria vai continuar. Fernando Ribeiro, Secretário-Geral da OAB/PE.

 “O poder é algo extraordinário desde que seja exercido com sabedoria e grandeza. Isto foi o que se viu na administração de Manoel Jerônimo à frente da Defensoria Pública. Um cidadão, jovem paraibano, exercendo esse cargo de tanta relevância e que se pode servir para o bem, exercendo-o acima de qualquer vaidade, com o propósito de chegar àquele que tem sede e fome de justiça. Essa foi a marca que fez da DPPE o reconhecimento não só no País, mas fora dele”. João Targino, Juiz do TJPE.

 Redação: Fátima Freire/Ascom-DPPE 

Fotos: @jhpaparazzo/Ascom-DPPE

 

Galeria de Fotos