Notícias

Interna

Defensoria Pública prestigia solenidade de posse da nova Diretoria do TJPE

O Defensor Público-Geral do Estado, Manoel Jerônimo de Melo Neto, prestigiou a sessão solene de posse da nova mesa diretora do Tribunal de Justiça de Pernambuco, na tarde de segunda-feira (5/2) para o biênio 2018/2019. Assumiram a mesa diretora os desembargadores Adalberto de Oliveira Melo como presidente, Cândido Saraiva no cargo de 1º vice-presidente, Antenor Cardoso na 2ª Vice-Presidência e Fernando Cerqueira como corregedor-geral da Justiça.

No discurso de despedida, o Desembargador Leopoldo Raposo agradeceu o apoio dos magistrados e servidores que fizeram parte da sua gestão e a sua família, em especial a sua esposa, Ismênia Pires. “Meus familiares me incentivaram muito a continuar trilhando o caminho da ética e da justiça. Fez uma retrospectiva das principais ações durante sua gestão. Enfatizou, ainda, a parceria com os órgãos como Governo do Estado, Prefeitura do Recife, Defensoria Pública do Estado, Ministério Público de Pernambuco,  Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco. "Sem os quais não poderíamos concluir a gestão da forma como conseguimos”, afirmou.

Após o discurso, o Desembargador Leopoldo Raposo deu posse ao novo presidente do TJPE, Desembargador Adalberto de Oliveira Melo, que assumiu a bancada para dar continuidade à cerimônia, empossando os demais membros da mesa: Cândido Saraiva no cargo de 1º vice-presidente; Antenor Cardoso na 2ª Vice-Presidência e Fernando Cerqueira como corregedor-geral da Justiça. Na sequência, o Desembargador Jones Fiqueiredo, decano do Tribunal, proferiu o discurso de saudação da nova mesa diretora, destacando a clareza, a simplicidade e o conhecimento jurídico dos seus membros. “Tenho absoluta confiança no desenvolvimento de um trabalho eficaz e voltado ao bem-estar do cidadão, com a promoção de uma justiça sobretudo célere e inclusiva pela nova mesa-diretora. Vejo em cada componente da nova gestão comprometimento ético e coragem para trabalhar com muita determinação por um Judiciário cada vez melhor”, concluiu. 

Em seguida, o presidente empossado do TJPE, Desembargador Adalberto de Oliveira Melo, proferiu seu discurso de posse agradecendo o apoio da família e a confiança dos desembargadores e demais membros do Judiciário estadual pela confiança depositada para assumir o novo cargo e parabenizou a gestão do seu antecessor. “Antes de falar sobre nosso plano de ação, tenho de felicitar a anterior mesa diretora, da qual fiz parte como 1º vice-presidente, e especialmente o desembargador Leopoldo Raposo pelos excelentes resultados alcançados nos últimos dois anos. Vossa Excelência honrou compromissos, promoveu mudanças estruturais e garantiu meios para o pleno funcionamento do TJPE”, afirmou.

MISSA - A Defensoria Pública de Pernambuco, representada pelo DPG Manoel Jerônimo de Melo Neto,  também participou de missa em ação de graças  celebrada na segunda-feira (5/2), às 10h, na Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, no bairro de Santo Antônio, no Recife.  O ato religioso marcou o início da programação de eventos para a posse da nova Mesa Diretora do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Além do desembargador Adalberto de Oliveira Melo, no cargo de presidente do Judiciário estadual, integram a nova Mesa Diretora os desembargadores Cândido Saraiva, primeiro vice-presidente; Entre magistrados e servidores, a missa contou com a presença do presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo; dos vice-presidentes Adalberto Melo e Fernando Martins; e do corregedor-geral da Justiça, desembargador Antônio de Melo e Lima. A celebração foi marcada por cânticos religiosos executados pelo Coro do TJPE, regido Por Amilca Aniceto Chalegre, e a Orquestra Criança Cidadã Meninos do Coque, regida pelo maestro Nilson Galvão Júnior.

O ato religioso foi celebrado pelo bispo diocesano de Caruaru, Dom Bernadino Marchió, e co-celebrado pelos padres Francisco Caetano Pereira e Dom Marcelo Gomes, e pelos padres da Congregação da Obra de Maria. No seu sermão, Dom Bernadino Marchió falou da necessidade de praticarmos o bem para percorrermos o caminho da humanidade e ajudarmos o próximo. “Temos que ser luz diante das pessoas no dia-a-dia. É um esforço constante e como servidores públicos, magistrados e sacerdotes precisamos mostrar a verdade do que ensinamos. Que a Nossa Senhora nos ajude a percorrer esse caminho de fé e humanidade”, afirmou.

 

 Redação: Fátima Freire/Ascom-DPPE

Imagens: @jhpaparazzo/Ascom-DPPE

Fonte: Ascom/TJPE

 

 

 

Galeria de Fotos